oh, amor e amigo! (Poema velho como o Porto!)

Publié le par Rosario Duarte da Costa

  

"Madame d'Artagnan"
"A Torre e o Sol"

 

  Auteur des photos sur cette page: Agostinho Russo"olhares.com"

 

"Bugio"

oh, amor e amigo!

 

poderia ser a dona d'artagnan,

e sentar-me a ler o tempo que passou.

 

oh, meu amor

a guitarra toca

uma velha música...

 

vem-me um ar de Alfama

a estalar no tempo.

vem-me

um cheiro a mar

e a maresia...

 

vejo, gaivotas voando

no azul do céu.

e,  o  d. josé

ali a cavalgar,

por ali vai olhando

o tempo a passar.

 

oh, meu amor

a guitarra toca

uma velha música...

 

vem-me um jazz do tempo,

- como uma nostalgia- ...

vem-me um canto antigo

bater-me aqui no postigo...

 

vejo os barcos no tejo

carregados de nuvens

-brancas- como a noiva.

e, as águas marulhando

perto do meu ouvido

oh, amor e amigo!

 

são aguarelas do tempo.

que o sol me venha

roer a escuridão!

  Rosario Duarte da Costa

Copyright

13/07/2012

 

"A Ponte"
  "Aguarela da Natureza"

Commenter cet article