E a luz não vem!

Publié le par Rosario Duarte da Costa

......

Auteur des photos sur cette page: Jorge"olhares.com

......

E a luz não vem

 

Ando há décadas procurando a luz,

Roendo negruras e muitas sombras.

Oh, estas trevas que a mim conduz

À inspiraçao nestas noites longas.

Sento-me aqui, neste cadeirão verde

À procura daquilo que já sei,

E buscando o que preciso saber.

Vou entre sinais e letras vindas do início

Na essência do tempo e do desperdício,

Então aqui fico eu construíndo o puzzle

Para vencer, sonhar e oferecer.

 

Ando há décadas procurando a luz,

Modesta, - como uma violeta-,

E a luz não vem. Nem do céu onde

A verdade sobre a vida e a morte

                                      se enconde.

A luz não vem e, fica-me aqui

Todo o meu desdém!

Rosario Duarte da Costa

Copyright

01/08/2012

......
......

Publié dans Les doigts du jour!

Commenter cet article