Confissões, para quem quizer ler!

Publié le par Rosario Duarte da Costa

Caligrafia

Auteure des photos sur cette page:Maria Lázaro"olhares.com

Intensity

Confissões, a quem quizer ler!

  

Estou aqui nesta noitinha molhada, só contra o computador

e, penso para onde se foi o tempo em que, eu escrevia à mão,

com a minha caneta.

Gostava tanto... Para já, sempre gostei de caligrafia. E, quando

me sentava à mesa, no escritório ou, sobre uma escrevaninha,

sei que colocava a mão esquerda na cara, enquanto escrevia

com a outra mão.

Às vezes, escrevia depressa; outras devagar. Muitas vezes,

pensava. Outras vezes, tudo chegava com uma rapidez, que

os olhos corriam para ler.

 

Durante anos e anos recusei utilizar uma máquina de escrever.

Depois, foi o computador. E, enquanto toda a gente manipulava

o computador nos seminários e reuniões, eu prosseguia com

a minha caligrafia manual. E, o que é esquisito, é que mais de

60% das pessoas me pediam para eu fotocopiar as minhas

notas (sempre claras, sublinhadas a côres, com pontos 1-2-3...)!

Mas, um dia, à força de corrigir os erros da minha secretária,

acabei por fazer uma formação de informática. Inicialmente,

era como uma brincadeira mas, progressivamente, acabei por

escrever directamente com WORd ou P.P.S.! E, lá acabei por

me tornar escrava desta máquina. Estúpido, não é?!

Rosario Duarte da Costa

Copyright

11/09/2012

 

Winter
Navegando ...

Publié dans Les mots!

Pour être informé des derniers articles, inscrivez vous :

Commenter cet article