anda-se e, vai-se andando! (poema)

Publié le par Rosario Duarte da Costa

Strange

Auteur: FCor / Filipe Correia"olhares.com

 

Sintra Bike 

anda-se e, vai-se andando!

 

por aqui se anda

e vai-se andando...

com um pé à direita,

e o outro à esquerda ou,

por vezes ao lado.

e, não se pode ser piegas

- num mundo carnívoro-.

e não se pode dar um ai,

seja em que lado fôr.

e, não se pode parar,

para que não nos empurrem

com força e desdém.

 

então,

é preciso rir,

para não chorar.

e marchar em frente,

como o Geraldo Geraldes sem pavor,

e ficar na história

com fé e ardor!

Rosario Duarte da Costa

Copyright

12/11/2012

Sem titulo 

 

 

SHE

Commenter cet article